Dias 03,04 e 05/03/2012 - Buenos Aires a Caleta Olivia

A justificativa pelo sumiço:

Como tudo na vida há imprevistos com agente não foi diferente, levantei a noite no hotel em Bahia Blanca para ir ao banheiro e esbarrei no notebook que estava na mesa carregando,  fiz um barulho danado acordando a Claudia e o pior danificou a tela. Mas está tudo resolvido que contarei lá na frente, então vamos ao que interessa.
Marcamos nossa travessia pelo buquebus até Buenos Aires para  as 11:30 do dia 3, acordamos cedo tomamos aquele delicioso café da manhã do Hotel Italiano com biscoitos feitos no próprio hotel, uma delicia. Pena que somente eu pude comer porque todos são feitos com farinha de trigo e a Claudinha tem intolerância a glúten e não pode saborea-los.
Passei pela recepção e vi que o relógio da parede estava adiantado uma hora, aí falei para a Malvina (recepcionista) que o relógio estava errado ,  ela me falou que o meu é que estava atrasado, lá o horário de verão ainda não terminou, já virão a correria que arrumamos para não perder o navio já que tínhamos que fazer os tramites de imigração e embarcar a Porcina, já pensou mineiro tem fama de não perder o trem, mas perder navio acho que sim.

 

Dia 03/03/2012 – Buenos Aires a Bahia Blanca

Chegamos a Buenos Aires e pegamos a famosa Ruta 3 com destino a Bahia Blanca.
A ruta é maravilhosa com retas intermináveis, você fica de 7 da manhã até 7 da noite guiando e praticamente não faz nenhuma curva. O interessante que há pelo acostamento em toda rodovia “pontos para descanso”  com banquinhos de alvenaria  montados debaixo de árvores para que o motorista tire um cochilo para enfrentar mais retas que virão pela frente. Observem também como a paisagem vai mudando a partir do momento que vamos mais ao sul da Argentina.
Chegamos à noite e conseguimos um hotel, a cama parecia de solteiro apertadíssima, mas o cansaço era tanto que apagamos, como era domingo resolvemos consertar o notebook  em Puerto Madryn na segunda.

Kilometragem do dia: 702 km


Chegada do buquebus em Buenos Aires

Infinitas retas... onde podemos perceber a mudança da paisagem.

Primeira indicação que estamos no rumo certo.

Chegando em  Bahia Blanca às 20h30min.  Incrível ainda não havia escurecido por completo, por isso  ficou visível no para brisas a chuva de insetos.

 

Puerto Madryn

05/03/2012 – Puerto Madryn – Caleta Olivia

Saimos de Puerto Madryn às 13:00 com destino a Caleta Olivia que fica depois de Comodoro Rivadávia que é uma cidade grande e não estavamos afim de pegar congestionamento, eu já tinha desacostumado com isso.
O calor até então estava insurpotável na casa dos 35 graus, de repente começou o famoso vento patagônico, a temperatura abaixou para 15 graus e o consumo da Porcina que até então estava na casa dos 11 km por litro de gas oil (diesel) despencou para 8,5 km por litro, o vento segura mesmo.
Amanhã continuaremos descendo.

Kilometragem do dia: 520 km.

A temperatura abaixando...

 

Comentários  

Postado em: 2012-03-09 11:11 Postado por:Renato Tucano
E ai Silvan e Claudinha,a viagem parece estar fantastica.Vcs vendo muitas motos na estrada não dá saudade não?
Estamos daqui acompanhando suas aventuras.
Abc
Postado em: 2012-03-06 19:51 Postado por:simone
Mostrei aqui para a turma da loja e o João já disse ter conhecido Colonia através do rio tigre,amamos estas retas e o visual é um convite a viajar;bjos e vão com Deus.
Postado em: 2012-03-06 16:30 Postado por:Marcelo sousa
É Ted Boy....por enquanto só moleza, mas daqui a pouco o bicho pega....a propósito, você não viu o Ivan por aí não ??? O cara até hoje não chegou aqui.
Postado em: 2012-03-06 09:51 Postado por:Edna Aldrighe
Nosssa, continua que to gostando rsss

Colaboradores: