Altiplanos Andinos - ago/set 2013

Cusco e Machu Picchu

Chegamos a Cusco com a expectativa de conhecer a cidade e principalmente a impressionante Machu Picchu.

Pesquisando pela internet, encontramos um camping em Cusco, adicionei na Odete nosso GPS o endereço e nos mandamos de Puno a Cusco.

Chegando a Cusco tivemos o desapontamento de constatar que aquele endereço é de um hotel e que Cusco não há camping. Pedi informação a um policial de turismo sobre um hostal que tivesse uma garagem que passasse a Porcina e ele me ofereceu uma carona na moto dele para procurar. Perguntei: e o meu casco (capacete)? No hay problema, e lá fui eu na garupa do seu policia.

A mania de buzinar para qualquer motivo é mania nacional do peruano QUE INFERRRRRRRRNO!!!!!!!! E a polícia com aquele apito, apitando a toa pra tudo QUE INFERRRRRRRRNO!!!!! Desabafamos...., agora o assunto é Cusco e Machu Picchu.

Cusco cidade peruana localizada no Vale Sagrado dos Incas, era o mais importante centro administrativo do Império Inca. Hoje recebe visitantes do mundo inteiro, andando pelas ruas principais do centro histórico, raramente se houve a língua local, é uma verdadeira Torre de Babel.

 

Sem jeito e sem o "casco" na cabeça.

Já somos a segunda língua mais falada por aqui.

Saímos às 3 horas da madruga para o passeio a Machu Picchu, provavelmente o símbolo mais típico do Império Inca, construída no seculo XV e descoberta em 1911. Primeiro 1 hora e meia de van e depois  mais 1 hora e meia de trem. É tudo muito bonito, as paisagens passando pela janela do trem cada vez mais se embrenhando por vales profundos, vai  nos aguçando a curiosidade de chegar ao destino final, Machu Picchu.

Vejam a contenção de encosta, há quantos anos e terremotos resistem.

De volta de um lugar fantástico chamado Machu Picchu.

Lago Titicaca em Puno

Chegamos a noite em Puno, apesar de ser  apenas 321 km de Tacna onde saímos pela manhã chegamos passando bastante mal. Mais uma vez a altitude nos derrubou, não queríamos dormir esta noite no cafofo, não tínhamos condições de fazer mais nada, uma forte dor de cabeça e falta de ar tremenda. Resolvemos sair do orçamento e fomos para um ótimo hotel, o Sonesta Posadas Del Inca. Que maravilha, aquele banheirão, duas camas de casal e o mais importante, um cilindro de oxigênio para os forasteiros como nós. Pela manhã mudamos para o camping do hotel que fica num gramado ao lado, com pontos de luz e água para motorhomes, e o melhor pagando ¼ do valor da diária do hotel ainda usando toda a infra estrutura  como,  restaurante, banheiro internet e claro o cilindro de oxigênio.

Em Puno há o Lago Titicaca, com cerca de 8300 m2 de extensão e situado aos 3860m de altitude, é o lago comercialmente navegável mais alto do mundo e o segundo maior lago da América Latina, superado pelo Lago Maracaibo na Venezuela.

O lago é intensamente povoado pelo Uros, que vivem em ilhas flutuantes construídas por espécies de juncos. Nestas ilhas existem escolas, postos de saúde, comércio e tudo que uma cidade comum precisa. Eles vivem principalmente do turismo, gente do mundo todo vem conhecer mais essa atração do Perú.

Nosso jardim no Lago Titicaca

Nossos visinhos

A simpática Ruanita

Visual de nossa cozinha.

Se pudéssemos ter um café da manhã destes todos os dias.

Apesar do sol, a temperatura não passava dos 12 graus

Chegando na terra ou melhor na água dos Uros.

Além do liso, tem o duro e o mole hehehe...

A ilha também é comestível.

Deu até vontade de ter um.....mas que passou em um minuto.

Olha que treco bonitinho, os famosos tuc tuc.

E assim terminamos este dia em Puno. Próximo post Cusco e Machu Picchu.

Colaboradores: